SPACE PortugalTornar-se Membr@
Ketamina IV passa a reunir evidência de Nível 1 no tratamento da Depressão, segundo as novas guidelines da CANMAT

Ketamina IV passa a reunir evidência de Nível 1 no tratamento da Depressão, segundo as novas guidelines da CANMAT

21 de maio de 2024 3 minutos de leitura

  • Pedro Mota
  • Ketamina
  • Psiquiatria

Foi publicada no presente mês de maio a atualização mais recente das guidelines internacionais de tratamento para a Depressão da Canadian Network for Mood and Anxiety Treatments (CANMAT). As guidelines CANMAT para depressão são as mais amplamente utilizadas por psiquiatras em todo o mundo. A nova versão integra a mais recente evidência científica e os avanços no tratamento da depressão desde que as guidelines anteriores foram publicadas, em 2016.

Os autores referem que “(…) estas recomendações não representam apenas a evidência científica e o amplo consenso dos principais especialistas em investigação e tratamento da depressão, mas, mais importante ainda, refletem também as perspetivas dos pacientes com experiência vivida de depressão”.

Para desenvolver estas novas guidelines, o grupo de trabalho conduziu uma revisão abrangente da literatura publicada desde a anterior edição de 2016. As recomendações resultantes estão organizadas por linhas de tratamento com base no nível de evidência que apoia cada tratamento e em fatores como segurança, tolerabilidade e viabilidade. São, ainda, fornecidas orientações para ajudar os profissionais de saúde mental na escolha da opção de tratamento mais correta, com ênfase na tomada de decisão colaborativa.

“A depressão é uma condição complexa e altamente individualizada”, referiu um dos autores das guidelines, Dr. Lam. “As guidelines destacam a importância de colaborar com os pacientes nas decisões de tratamento e de fornecer uma abordagem de tratamento personalizada que considere cuidadosamente as necessidades, preferências e histórico de intervenções de cada pessoa”.

Já segundo o Dr. Joshua D. Rosenblat, médico psiquiatra da Universidade de Toronto e um dos autores destas recomendações, a ketamina intravenosa, em doses entre 0,5-1,0 mg/kg (reconhecidas na literatura como promotoras de efeitos psicadélicos), integra agora a segunda linha da abordagem farmacológica da Depressão que não respondeu eficazmente a um tratamento com antidepressivo, após ter sido considerada como um “tratamento experimental” na versão anterior destas guidelines (2016) – “Com um aumento massivo da evidência (mais de 40 ensaios clínicos randomizados controlados), a ketamina intravenosa passa a reunir Nível 1 de evidência”.

Desta forma, após a falência do tratamento com antidepressivo e de estratégias de aumento recorrendo ao aripiprazol, a ketamina intravenosa afigura-se como uma das opções seguintes a considerar, a par de outros tratamentos igualmente estabelecidos com o Nível 1 de evidência como o lítio, quetiapina ou esketamina intranasal.

Pela evidência mais limitada no que diz respeito a outras vias de administração, já o uso de ketamina por via intramuscular ou subcutânea, são consideradas como 3º linha de tratamento.

Estas guidelines contemplam ainda a “Psicoterapia Assistida por Psicadélicos” (doses moderadas a altas de psilocibina acompanhadas por psicoterapia) como um tratamento com resultados preliminares promissores. A necessidade de investigação clínica mais robusta atendendo às limitações metodológicas encontradas na maioria dos ensaios clínicos analisados, coloca este tratamento como uma área de investigação clínica a priorizar ao longo dos próximos anos.

As novas guidelines podem ser consultadas AQUI.



Pedro Mota
Pedro Mota
Médico Psiquiatra | SPACE (Direção)

Mais posts

Terapeutas e investigadores dos estudos de fase 3 de Terapia assistida por MDMA respondem a potenciais fragilidades relativas aos ensaios clínicos levantadas recentemente
  • Pedro Mota
  • Psicadélicos
13 minutos de leitura

Terapeutas e investigadores dos estudos de fase 3 de Terapia assistida por MDMA respondem a potenciais fragilidades relativas aos ensaios clínicos levantadas recentemente

No final do mês passado, o Institute for Clinical and Economic Review (ICER) publicou o seu relatório de evidências sobre a psicoterapia as...

Os Terapeutas não estão preparados para falar com as pessoas sobre usar Psicadélicos
  • Patrícia Marta
  • Psicadélicos
  • Sociedade
13 minutos de leitura

Os Terapeutas não estão preparados para falar com as pessoas sobre usar Psicadélicos

Chegou a revolução psicadélica – mas os psicoterapeutas ainda têm grandes lacunas no conhecimento sobre “fazer uma viagem com cogumelos mág...

Ver todos os posts