SPACE PortugalTornar-se [email protected]

Alterações de consciência num coorte de jovens: associação entre o uso de substâncias e traços de personalidade

Estudo Observacional

4 de janeiro de 2023, Frontiers Psychiatry

Autores: Marianthi Lousiana Deligianni, Joseph Studer, Gerhard Gmel, Yasser Khazaal, Nicolas Bertholet

Contexto: As alterações de consciência induzidas por substâncias (AC) foram estudadas principalmente entre utilizadores de psicadélicos, mas não entre pessoas que usam substâncias ilícitas.

Objetivos: Explorar ocorrências de três tipos diferentes de AC induzida por substância [dissolução do ego (DE), pseudo-alucinações visuais (PAV), ansiedade/paranóia (A/P)], as suas influências na vida dos indivíduos e associações entre a substância e personalidade numa amostra da população geral de homens de 25 anos de idade.

Métodos: 2.796 jovens suíços utilizadores de substâncias ao longo da vida preencheram um questionário de autorrelato incluindo histórico de uso (nunca, anterior e atual) de diferentes categorias de substâncias (psicadélicos, cocaína, psicoestimulantes, ecstasy, MDMA e outras substâncias), estados de dissolução do ego (DE), pseudo-alucinações visuais (PAV) e ansiedade/paranóia (A/P) induzida por substâncias, a influência dessas experiências na vida e traços de personalidade (tendência para procurar novas sensações, sociabilidade, ansiedade-neuroticismo e agressão-hostilidade).

Resultados: 32,2% relataram pelo menos um AC (DE, PAV ou A/P), com 20,5% a reportarem DE, 16,7% PAV e 14,6% A/P. O uso anterior e atual de psicadélicos e cetamina foi significativamente associado à ocorrência de todos os três tipos de ACs, tendo existido uma influência positiva da AC na vida. As associações entre o uso anterior e atual de outras substâncias e os diferentes tipos de AC foram menos consistentes, e as influências percebidas na vida não foram estatisticamente significativas. A sociabilidade foi negativamente associada à ocorrência dos três tipos de AC. Associações positivas foram encontradas entre ansiedade-neuroticismo e DE e A/P, entre agressão-hostilidade e A/P, e entre busca de sensação e DE e PAV.

Conclusão: Este estudo apoia o potencial dos psicadélicos para induzir ACs percebidos como benéficos para a vida das pessoas que usam substâncias ilícitas, possivelmente refletindo o mecanismo subjacente ao potencial terapêutico dos psicadélicos.




Artigos relacionados

Ver todos os artigos