SPACE PortugalTornar-se [email protected]

Terapia assistida por psilocibina melhora o bem-estar psico-socio-espiritual em pacientes com doença oncológica

PsilocibinaEnsaio Clínico

10 de dezembro de 2022, Journal of Affective Disorders

Autores: Sarah Shnayder, RezvanAmeli, Ninet Sinaii, AnnBerger, Manish Agrawal

Embora tenha sido demonstrado que os psicadélicos melhoram o bem-estar psicoespiritual, os elementos subjacentes a essa mudança não estão bem caracterizados. O NIH-HEALS postula que a mudança psico-socio-espiritual ocorre através dos fatores de Conexão, Reflexão e Introspeção e Confiança e Aceitação. Este estudo teve como objetivo avaliar as mudanças nas pontuações do NIH-HEALS em uma população de doença oncológica com perturbação depressiva major submetida a terapia assistida por psilocibina.

Métodos: Neste estudo aberto de Fase II, de centro único, 30 pacientes com doença oncológica com perturbação depressiva major receberam uma dose fixa de 25 mg de psilocibina. Os participantes passaram por sessões de preparação em grupo, tratamento simultâneo com psilocibina administrado em salas adjacentes e sessões de integração em grupo, juntamente com atendimento individual. O NIH-HEALS, uma questionário auto-administrado de 35 itens de cura espiritual psicossocial foi feito na baseline e pós-tratamento no dia 1, semana 1, semana 3 e semana 8 após a terapia com psilocibina.

Resultados: As pontuações do NIH-HEALS, representando o bem-estar psico-socio-espiritual, melhoraram em resposta ao tratamento com psilocibina (p < 0,001). Todos os três fatores do NIH-HEALS (Conexão, Reflexão e Introspeção e Confiança e Aceitação) demonstraram uma variação positiva de 12,7%, 7,7% e 22,4%, respetivamente. Esses efeitos foram aparentes em todos os momentos do estudo e foram mantidos até o último intervalo do estudo em 8 semanas (p < 0,001).

Limitações: O estudo carece de um grupo de controlo, depende de uma medida de autorrelato e usa um tamanho de amostra relativamente pequeno com diversidade limitada que restringe a sua generalização.

Conclusões: Os resultados sugerem que a terapia assistida por psilocibina facilita o crescimento psico-socio-espiritual medido pelo NIH-HEALS e os seus três fatores. Tal apoia os fatores de Conexão, Reflexão e Introspeção e Confiança e Aceitação como elementos subjacentes para a cura psicossocial-espiritual em pacientes com doença oncológica e valida o uso do NIH-HEALS na investigação psicadélica.




Artigos relacionados

Ver todos os artigos