SPACE PortugalTornar-se [email protected]

Ayahuasca e Saúde Pública II: estado de saúde numa grande amostra de participantes de cerimónias de Ayahuasca na Holanda

Estudo ObservacionalAyahuasca

28 de maio de 2022, Journal of Psychoactive Drugs

Autores: Maja Kohek,Genís Ona, Michiel van Elk, Rafael Guimarães Dos Santos, Jaime E. C. Hallak, Miguel Ángel Alcázar-Córcoles & José Carlos Bouso

A Ayahuasca é uma decocção de planta na medicina tradicional amazónica. O seu uso ritual foi internacionalizado, levando a desafios políticos que os países enfrentam. Este estudo avalia o impacto da participação regular de cerimónias de Ayahuasca na saúde, avaliando o estado de saúde de 377 participantes em cerimónias de Ayahuasca na Holanda usando indicadores de saúde validados. Um questionário foi desenvolvido e administrado aos participantes do estudo. O questionário incluiu vários indicadores de saúde com relevância para a saúde pública (por exemplo, IMC, dieta, atividade física) e questionários validados psicometricamente (ELS e COPE-easy). Os dados recuperados por meio de indicadores de saúde foram comparados com dados normativos holandeses. Os participantes (50,1% mulheres) eram em sua maioria holandeses (84,6%) com média de idade de 48,8 anos (DP = 11,6). Em comparação com dados holandeses normativos, participantes regulares de cerimónias de Ayahuasca mostraram melhor bem-estar geral, menos doenças crónicas ou relacionadas ao estilo de vida, mais atividade física e uma dieta mais equilibrada. Os participantes também usaram menos álcool durante a pandemia de COVID-19 e, embora usassem mais drogas ilegais do que a população em geral, não relataram danos associados. Estes resultados sugerem que a participação regular em cerimónias de Ayahuasca não está ligada a danos relevantes à saúde. Esses dados podem ajudar os formuladores de políticas de drogas a desenvolver e implementar políticas públicas baseadas na evidência.




Artigos relacionados

Ver todos os artigos