SPACE PortugalTornar-se [email protected]

Mecanismos ativos da Psicoterapia Assistida por Ketamina: uma revisão sistemática

KetaminaRevisão Sistemática

17 de agosto de 2022, Journal of Affective Disorders

Autores: Isak Joneborg, Yena Lee, Joshua D.Di Vincenzo, Felicia Ceban, Shakila Meshkat, Leanna M.W.Lui, Farhan Fancy, Joshua D.Rosenblat, Roger S.McIntyre

Poucos estudos avaliaram a eficácia da psicoterapia assistida por ketamina (KAP) no tratamento da depressão resistente ao tratamento (TRD) e perturbação por uso de substâncias (SUD).

Métodos: Uma revisão sistemática de ensaios clínicos relatando a eficácia da KAP e discutindo mecanismos de ação, identificados no PubMed e PsycInfo.

Resultados: Cinco ensaios clínicos randomizados relataram a eficácia do tratamento comKCAP e discutiram os mecanismos ativos. Quatro dos estudos trataram adultos com SUD e um único estudo tratou adultos com TRD. No geral, a KAP teve um efeito positivo significativo nas medidas de resultados primários em comparação com os controlos, no entanto, os dados são mistos. O estudo que examinou a KAP para TRD não encontrou nenhum benefício.

Limitações: Falta de grandes ensaios clínicos replicados. Não há estudos que examinam ativamente os mecanismos de ação.

Conclusão: Evidências sugerem que alterações neuronais temporárias causadas pela ketamina, como a inibição do receptor de n-metil-d-aspartato (NMDAR) e o aumento da neuroplasticidade sináptica, afetam os resultados do tratamento com KAP. Com base em relatos de resultados preliminares, especulamos que a psicoterapia adjuvante e mudanças de perspectiva e espiritualidade também podem desempenhar um papel.




Artigos relacionados

Ver todos os artigos